Falta de recursos e informação expõem PMEs

ComplianceDe acordo com um levantamento, 40% dos executivos da área de compliance ao redor do mundo esperam um aumento dos riscos associados a subornos e corrupção em suas empresas em 2016

São Paulo – As pequenas e médias empresas (PMEs) ainda encontram dificuldade em aderir à Lei Anticorrupção. Com poucos recursos financeiros e informações sobre os aspectos técnicos da lei, essas empresas estão mais suscetíveis a enfrentar processos. Continuar lendo “Falta de recursos e informação expõem PMEs”

Anúncios

Mudanças esperadas no Supersimples

supersimplesO Senado aprovou nesta terça-feira (21), a atualização das regras para o enquadramento das empresas no Supersimples – como é conhecida a legislação com regras tributárias simplificadas para as empresas. Por se tratar de substitutivo, o projeto será submetido a turno extra de votação, que deve ocorrer nesta quarta-feira (22). Como houve alteração, a matéria voltará para a análise da Câmara dos Deputados, em caso de aprovação definitiva.

A maioria dos ajustes entra em vigor a partir de 1º de janeiro de 2018.

Um único dispositivo entrará em vigor imediatamente: a criação de um parcelamento especial de débitos das empresas do Simples de 120 meses, com a possibilidade de redução de multas e juros.

Mudanças

A principal novidade foi a proposição aprovada de inclusão da medicina, enfermagem e exames laboratoriais no sistema.

Entre as mudanças, está a elevação de R$ 3,6 milhões para R$ 4,8 milhões do teto anual da empresa de pequeno porte (EPP) a ser incluída no programa (o teto anterior era de R$ 14,4 milhões).

O substitutivo passou também a prever o pagamento do ICMS e do ISS por fora da guia do Simples Nacional na parte da receita bruta anual que exceder R$ 3,6 milhões.

O número de faixas de faturamento foi reduzido de 20 para 6 faixas.

O projeto também eleva o limite de receita bruta anual para o enquadramento como microempreendedor individual, que passa dos atuais R$ 60 mil para R$ 72 mil.

O projeto permite a adesão ao Simples do empreendedor do meio rural com receita bruta de até R$ 72 mil.

Outra mudança beneficia microcervejarias, vinícolas, produtores de licores e destilarias, que poderão aderir ao Simples Nacional.

O projeto ainda isenta alguns tipos de empresas na exportação.

Por fim, prevê a figura do investidor anjo – uma pessoa com recursos que financia diretamente empreendimentos em seu estágio inicial (start up).

Vamos acompanhar esse assunto.

 

O Novo Relatório do Auditor

O mercado recebe uma novidade: O novo modelo de Relatório do Auditor Independente.

A partir de 2017, os auditores deverão elaborar seus relatórios de acordo com um novo padrão válido para os exercícios que se findam em 31 de dezembro de 2016 ou após essa data. Saiba mais sobre a novidade neste programa Espaço Técnico da TV CRCSP.

Participantes: Angela Zechinelli Alonso, Auditora e conselheira do CRCSP Claudio Gonçalo Longo, Auditor e conselheiro do CRCSP.

ScreenShot013
Clique na imagem para assistir

Pequenas e médias são alvo de programa de produtividade

Indústrias receberão consultoria para enxugar linhas de produção, reduzir tempos de espera e custos logísticos

cropped-pequenas-e-medias-empresas-brasileiras-podem-usar-twitter-para-fazer-anuncios-_915.jpg

Na busca por agendas positivas em meio à crise política, o governo lançou nesta quarta-feira (06/04) o programa “Brasil Mais Produtivo”, que terá medidas para aumentar a produtividade de pequenas e médias indústrias.
De acordo com o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), o objetivo é aumentar em pelo menos 20% a produtividade de 3 mil participantes até o final de 2017. As empresas receberão consultoria para enxugar linhas de produção, reduzir tempos de espera e custos logísticos.
Continuar lendo “Pequenas e médias são alvo de programa de produtividade”